Espinheira Santa

Espinheira Santa: O que é, Benefícios e Propriedades.

Espinheira Santa

Espinheira Santa
Espinheira Santa

A espinheira santa é uma planta medicinal que é muito usada em casos de gastrite, pode ajudar emagrecer sim não agindo diretamente na queima de calorias mas auxiliando na perda de peso principalmente por conta de 3 propriedades presentes em suas folhas.

Foi testada na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) em ratos com úlcera e aqueles que tomaram o extrato da planta, tiveram o tamanho de suas úlceras diminuído rapidamente, ao comparar com aqueles que ingeriram os remédios convencionais. Segundo os pesquisadores, a planta tem menos efeitos danosos do que outros remédios.

Compartilhe este artigo com seus amigos Facebook

Compartilhe este artigo com seus amigos Twitter

[su_youtube url=”https://www.youtube.com/watch?v=R8mAmnAX1mE&t=2s”]

espinheira santa
espinheira santa

Ela é uma planta originária da América do Sul, e muito presente na região sul do Brasil. Utilizada há muito tempo pelos povos nativos dessas regiões como planta medicinal.

Seu nome científico é Maytenus ilicifolia, a planta ganhou o nome popular pelo formato de sua folha e por ser um ótimo remédio, devido ao tamanho de seu funcionamento.

Também é conhecida como:

  • Erva cancerosa;
  • Salva-vidas;
  • Espinheira divina;
  • Sombra de touro;
  • Espinho de deus.

Benefícios

A espinheira santa atua no combate às dores estomacais, como a gastrite, a úlcera (estomacal ou duodenal), a azia, as queimações, a indigestão e é aliada no tratamento de gastrite, aliviando as dores abdominais, combate também aos refluxos gástricos e pode ser usado em forma de compressas quentes sobre as doenças de pele, como acnes, eczemas, feridas e herpes, as vezes seu chá é usado em casos de vômitos.

Os componentes presentes nesta planta têm uma forte ação antioxidante e protetora celular e, além disso, reduzem a acidez gástrica, protegendo assim a mucosa do estômago. Combate também a H. Pylori e aos refluxos gástricos.

Suas Propriedades:

  • Cicatrizante;
  • Anti-inflamatória;
  • Calmante;
  • Analgésica;
  • Revigorante;
  • Antisséptica;
  • Diurética;
  • Antiulcerosa;
  • Serve como laxante;

Contém taninos, alcaloides, cálcio, sódio, enxofre e triterpenos.

Como Preparar o Chá

Ingredientes:

  • 2 colher (de sopa) de folhas secas de Espinheira Santa.
  • 1 litro de água fervente.

Modo de Preparo:

Ferver a água, adicionar as ervas na água fervente e abafar por 20 minutos, coar e tomar morno é aconselhado tomar este chá 3 vezes por dia, em jejum, ou cerca de meia hora antes das refeições.

Dica: O chá pode ser usado de forma preventiva, tomando-o antes das refeições, mas se for um tratamento contínuo, será melhor se tomado antes de dormir.

Situações em que a Espinheira Santa não é recomendada

Não deve ser ingerida, em possibilidade alguma, por mulheres grávidas devido efeito abortivo, pelas lactantes, mulheres que fazem tratamento para fertilidade, por pessoas com histórico de alergia a esta planta e contraindicada em crianças abaixo dos 12 anos. Nas primeiras ingestões, pode dar a sensação de boca seca e sentir um pouco de náusea.

Sempre consulte o seu médico, inclusive antes de tomar qualquer medicação, mesmo que seja natural.